O Beijo Traiçoeiro

Título: O Beijo Traiçoeiro
Série: Traitor's
Volume: 1
Páginas: 440
Autor: Erin Beaty
Ano: 2017
Editora: Seguinte (cortesia da mesma)
Compre: Amazon
Adicionem: Skoob
Sinopse: Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.



Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje trago a resenha dessa obra, que eu estava louca para ler e não me arrependi nenhum pouquinho, espero que gostem das dicas, e já vão se preparando porque está quase no fim dos livros lidos nas minhas férias .-.

Por onde começar a falar desse livro? Que amei a pegada de espionagem/suspense em um romance?

Que ele tem um Q de Jane Austen que despertou minha curiosidade desde o inicio e que me surpreendeu e bastante durante a leitura?

É Nay, acho que você já começou citando o que amou na obra, gente do céu eu não sabia o que esperar dessa leitura, até porque eu tinha em mim que seria mais um romance que um suspense, ainda bem que eu estava enganada (risos)

Eu demorei um pouquinho para pegar o embalo na leitura, porque como eu citei ai em cima eu achei que se tratava de um romance, ele começa como um, somos apresentados a Sage Fowler uma garota órfã de dezesseis anos que mora com o tio e que por um milagre (em se tratando da época em que a história se passa) não quer se casar.

Entretanto a garota é muito inteligente e acaba por conseguir um emprego com a maior Casamenteira da época, então ela e as futuras noivas partem para o Concordium (maior evento da época para casamentos) sendo escoltadas pela Guarda Real, o que deveria ser só um acompanhamento, acaba por se tornar bem mais perigoso, e Sage acaba virando a Espiã da Guarda.

Por se tratar de um livro de época, essa história é completamente focada na mulher, em Sage ela mostra que as personagens femininas não precisam ser o elo fraco da história, muito pelo contrário, ela é forte, luta pelo o que quer e acredita e da uma ótima espiã.

É um livro que não se pode esperar romance de tirar o fôlego, aquele sentimento que temos lendo esse gênero, é uma obra onde podemos esperar suspense, intrigas militares, personagens fortes, uma dose de tudo que nós amantes de suspense gostamos.

Tem um pouco de romance sim, pois por mais que nossa querida Sage sempre fugisse de casamentos, acabou por encontrar um homem que a amasse como ela era, e o mais fofo desses dois é que nenhum deles quer que o outro mude, Sage entende que a vida de seu amado é na Guarda, na Guerra e nunca pediu para que fosse diferente.

A mesma coisa ele, sabe que ela é uma mulher de fibra, inteligente, diferente da maioria das mulheres daquela época e a ama por isso, não quer que a garota mude, foi com certeza um complemento para uma história viciante sobre espionagem.

A única coisa ruim é que não sabemos em que época se passa, cogitamos que seja século XIX, mas mais pelas vestimentas, poderíamos imaginar que se passasse em qualquer época que combinaria completamente.

Foi com certeza uma leitura emociante, amei acompanhar as aventuras de nossa personagem principal no meio de uma disputa entre duas nações, sendo uma espiã, mas principalmente por sua inteligência e perspicácia.

Indico essa obra para todos que amam uma heroína forte, aquelas personagens que nos fazem perder o sono e principalmente por uma história que foge dos padrões New Adult.

Espero que tenham gostado da dica, quem já leu me contem o que acharam e agora é aguardar pelo próximo volume, que acredito será tão bom quanto esse! 

Até a próxima, bjss Nay =D