Deixada para Trás

Título: Deixada para Trás
Páginas: 368
Autor: Charlie Donlea
Ano: 2017
Editora: Faro Editorial (cortesia do mesmo)
Adicionem: Skoob
Comprem: Amazon
Sinopse: Nicole Cutty e Megan McDonald são alunas do ensino médio na pequena cidade de Emerson Bay, Carolina do Norte. Quando elas desaparecem de uma festa na praia em uma noite quente de verão, a polícia inicia uma busca maciça. Nenhuma pista é encontrada e a esperança é quase perdida, até Megan milagrosamente aparecer depois de escapar de um bunker no fundo da floresta. Um ano depois, o best-seller de sua provação transformou Megan de heróina local para celebridade nacional. É uma história triunfante e inspiradora, exceto por um detalhe inconveniente: Nicole ainda está desaparecida. A irmã mais velha de Nicole, Livia, é uma perita forense e espera que em um breve dia o corpo de Nicole seja encontrado e entregue a alguém como ela para analisar as provas e finalmente determinar o destino que sua irmã teve. Em vez disso, a primeira pista para o desaparecimento de Nicole vem de outro corpo que aparece no necrotério, de um jovem ligado ao passado de Nicole. Livia vai até Megan para pedir ajuda, esperando descobrir mais sobre a noite em que as duas foram levadas. Outras meninas também desapareceram e Livia está cada vez mais certa de que os casos estão conectados. Mas Megan sabe mais do que ela revelou em seu livro best-seller. Flashes de memória estão se juntando, apontando para algo mais escuro e mais monstruoso do que sua memória descreve. E quanto mais ela e Livia cavam, mais elas percebem que às vezes o verdadeiro terror está em encontrar exatamente o que você está procurando.



Oie pessoal! Tudo bem com vocês? 

Hoje trago a resenha desse suspense maravilhoso, que perdi o fôlego algumas vezes lendo-o então espero que gostem da dica!

Já faz algum tempo que o suspense está sendo minha escolha óbvia para leitura, leitura rápida, te prende na história do inicio ao fim e ainda de vez em quando consegue me surpreender (sou um Sherlock Holmes da vida, sempre descubro as coisas antes do autor revelar (risos)

Então quando fui apresentada a essa autora, lá no ano passado com A Garota do Lago, eu simplesmente me apaixonei pelas histórias dele.

Notei que ele segue uma base de suspense (serial killer, estupro etc) mas sempre inovando na história, nessa obra somos apresentadas a Megan McDonald que conseguiu fugir e sobreviver a um sequestro. 

O autor foi traçando uma teia tão bem feita, que quando vimos estávamos completamente enrolada nela, não sabíamos mais no que acreditar ou o que era verdade ou mentira.

A construção da obra foi feita de duas maneiras, a principal focada na irmã da Nicole, Livia Cutty que está se especializando para ser médica legista (meu futuro ai gente), essas partes que o autor descrevi, mostrando como era o dia a dia de um estagiário, de uma autopsia, o que eles tinham que fazer etc, foi simplesmente um paraíso para mim.

Conhecer e vivenciar um pouco mais de perto, o dia a dia da profissão que quero seguir futuramente, foi incrível, descobrir palavras novas, vocabulários médicos, o estado dos cadáveres, mas o principal que não importa o que aquele corpo na sua maca era (ladrão, jovem, velho, advogado) lá naquele momento eles são tratados como iguais: um ser humano que precisamos descobrir sua causa da morte, uma pessoa que tem família que não importa o que ele seja, irá sofrer por ele.

E a segunda visão ou parte (como quiserem chamar) era narrado pela Megan nossa sobrevivente, essa parte foi e ainda é chocante de se lembrar, o autor simplesmente conseguiu nos mostrar como é se sentir desamparada, em um lugar estranho e presa, a merce das vontades de um louco.

O Autor conseguiu nos apresentar a situação mental de um sequestrado que sobrevive, que ele deixa de ser quem é e acaba se tornando uma outra pessoa, nos mostra o que as famílias passam, mas principalmente a pessoa que sobreviveu, que os outros não conseguem enxergar que nada será mais como era antes, que tudo mudou.

Mas o que me deu mais calafrios com certeza foi as poucas páginas que o autor mostrava os pensamentos do sequestrador, o porque dele fazer aquilo, o que ele queria e acreditava.

Como sempre também, enxergamos que as pessoas não são quem representam ser, que por fora nos mostram uma face, mas é aquela lá de dentro que mostra quem elas são de verdade.

Nicole era aquela pessoa que queria chamar a atenção de todos, não importava o que tinha que fazer, cresceu e se tornou uma jovem completamente diferente do que era quando criança, se afastou dos pais, da irmã, tinha amigos de índoles desconfiáveis.

Entretanto quando tudo aconteceu e ela se viu trancada em um lugar sozinha, acabou mostrando um lado que a muito tempo havia sido esquecido nela.

O desfecho da obra com certeza foi bastante surpreendente para todos, nunca que íamos imaginar que aquela pessoa era quem sequestrava e fazia todas aquelas coisas com as mulheres desaparecidas.

Uma coisa que despertou bastante minha atenção, foi aquele pré julgamento existente nas pessoas: existe um personagem na história, que é aquele tipico cara tatuado e que fuma, em uma primeira visão todos se afastariam, teriam medo dele, principalmente por sua fixação por pessoas desaparecidas.

Todavia foi essa homem, que todos julgariam que fez o perfil do criminoso para a Livia, ele sabia como funcionava a cabeça de um serial killer, somente por acompanhar as noticias sobre eles na TV, tinha uma inteligência guardada a sete chaves, que quando solicitada resolveu a maior incógnita da história.

É aquilo que sempre digo, não julgue uma pessoa pela aparência, ela pode não ser quem você pensa que é. 

E isso se aplicou também ao namorado da Nicole, aparentava ser um homem normal, que gostava de acompanhar casos de desaparecimentos como todos do clube que ele participava, mas lá no fundo seu verdadeiro eu era bem assustador.

Foi com certeza uma obra cheia de altos e baixos, de descobertas, arrepios, mas principalmente uma bela aprendizagem sobre o psicológico do ser humano, quem ele é, quem pensamos que ele é, o que eles acreditam e fazem.

Simplesmente uma história que vai deixar todos pensando e refletindo e muito após o termino da leitura, e não posso esquecer também de dar como sempre os parabéns para a Faro Editorial, que entre capa e diagramação não sei qual estava mais perfeita.

Espero que tenham gostado da dica de hoje! Até a próxima galera! Quem já leu essa obra me contem o que acharam e quem ainda não leu, corram vocês não irão se arrepender!

Bjss, Nay =D