Um Porto Seguro

Título: Um Porto Seguro
Páginas: 304
Autor: Nicholas Sparks
Ano:2016
Editora: Arqueiro (cortesia da mesma)
Adicionem: Skoob
Sinopse: Southport pode ser um bom lugar para recomeçar. Esse foi o pensamento de Katie quando ela chegou à pequena cidade da Carolina do Norte. Linda e reservada, a moça estava decidida a não criar laços com ninguém. Ou, pelo menos, essa era a intenção até conhecer Jo, sua vizinha extrovertida e brincalhona, e Alex Wheatley, o simpático dono do armazém, pai de duas crianças adoráveis. Apesar de relutante, Katie aos poucos firma raízes na comunidade e, depois de conhecer melhor a família e o bom coração de Alex, começa a abrir espaço em sua vida para o amor. No entanto, esse novo relacionamento faz com que ela se veja diante de antigos medos que pretendia deixar no passado. Confrontada pelos próprios fantasmas, Katie precisa decidir entre ceder a eles ou enfrentá-los. E, no momento mais difícil, ela descobrirá que o amor é o único porto seguro.


Oie pessoal! Tudo bem com vocês? Como passaram a virada? A minha foi cheia de altos e baixos, mas foi boa, e estou torcendo para que esse ano de 2017 seja mil vezes melhor!

E olhem só cumprindo com o prometido, trago as resenhas oficialmente de volta para o blog! \o/

Começamos esse ano com a resenha de Um Porto Seguro, mais um livro do nosso amado Nicholas Sparks que conseguiu me surpreender mais uma vez com suas histórias.

Acredito que todos já devem ter notado que a Editora Arqueiro, está mudando todas as capas dos livros do Nicholas certo? Então imaginem um olho que brilhou quando coloquei o olho na nova capa desse livro.

Sou meio compulsiva em relação a livros, então tive que me controlar muito para não solicitar os dois que haviam do autor com capas novas.

Em vez disso solicitei esse e o A Sua Espera da Abbi Glines e o li em um dia e guardei o do Nicholas na estante, certo dia vou lá dar uma olhadinha nela e guardar alguns livros e adivinhem dou de cara com o Um Porto Seguro, bem bonito lá.

Meu primeiro pensamento foi: Ai Meu Deus! Esqueci-me de ler e resenhar esse livro! Salvem-se quem puder! E sai correndo para lê-lo desesperada que só eu! (risos)

Todos aqui sabem que sou bem fã do Nicholas já li alguns livros dele, e esse estava na minha lista de leitura e me surpreendi novamente com a leitura.

Sou acostumada com historias românticas, onde alguém morre ou fica sem memória, o clichê clássico do Nicholas Sparks.

Mas que lindo engano o meu quando comecei a leitura do livro, nele encontramos a história de Katie e Alex.

Ela encontrou em Southport um local para recomeçar sua vida e deixar o passado em seu lugar: no passado. Ele um ex-oficial do exercito com dois filhos para criar e supera o falecimento precoce de sua esposa.

Olhando por cima não vemos semelhanças, ou atrações entre os personagens certo? 

Pois bem, pensem em um livro cheio de suspense, superação e um toque místico quase imperceptível é Um Porto Seguro. Senti um pequeno deja-vu enquanto realizada a leitura do livro com um outro titulo do autor: O Guardião.

Lembram que nesse livro encontramos uma trama toda focada no suspense, quem nem se parecia com um livro do Nicholas, pois acontece a mesma coisa em Um Porto Seguro.
Katie tem muito a esconder: passado turbulento, marido abusivo. Ela só quer recomeçar sua vida e não criar vínculos. Entretanto parece que o universo tinha outros planos para ela e quando sua nova vizinha tagarela começa a puxar assunto com ela, Katie começa a sentir em casa e segura, tudo que ela não tinha planejado.

Jo parece saber de muitas coisas principalmente sobre Alex, mas não revela como e nem aonde ela vai quando ela some por alguns dias. A única coisa que Katie sabe é que a amiga está tentando joga-la para cima dele.

Alex perdeu a esposa muito cedo, ficou com uma mercearia para cuidar e dois filhos de menor para criar. Ele nunca pensou em se relacionar novamente, tinha dois filhos pequenos para cuidar o que impossibilitava encontros, mas não negava que gostaria de uma nova mulher e que amasse seus filhos principalmente.

E quando ele conhece Katie, vê seu carinho por sua filha mais nova e nota que algo a assombra (anos no setor de investigação do exercito) Alex começa a se interessar e aos poucos começa a conquistar a confiança dela.

Katie não quer, mas não nega estar gostado de Alex e ainda mais com sua amiga Jo colocando lenha na fogueira as coisas começam a sair do planejado, mas para algo bom.
Foi um livro que li em um momento em que as coisas na minha vida não estavam legais, o foco era pouco e a vontade para fazer as coisas menos ainda.

Mas no momento em que coloquei minhas mãos nesse livro não consegui mais soltá-lo, cada capitulo era uma surpresa nova, cada folha nos mostrava as superações dos personagens.

Alex e Katie são personagens maduros e espertos sabem o que querem nos mostram que quando realmente queremos alguma coisa conseguimos. Ela fugiu de um marido abusivo, algo que encontramos muito hoje em dia e muitas mulheres tem aquele pensamento fixo de antes mal casada do que só, que se deixam abater pelos seus relacionamentos abusivos e não fazem nada. 

Katie muito pelo contrario ela acordou para a realidade e mudou o jogo, fugiu, conseguiu documentos novos, deixou tudo para trás e recomeçou sua vida do zero, muitas mulheres deveriam se basear nela e erguerem a cabeça para acabarem com esses pensamentos arcaicos e saírem de seus relacionamentos abusivos.

Alex é o tipo de pai que qualquer filho deseja, duvido que outro homem faria o que ele fez, na maioria das vezes enxergamos viúvos e viúvas já se casando depois de meses do falecimento de seu companheiro, não se importando muitas vezes com seus filhos o que eles estão pensando ou sentindo, simplesmente partiriam para outra.

Já nosso personagem principal manteve o foco em seus filhos, em como dar uma boa criação para eles, ser um pai e uma mãe já que eles haviam perdido a deles. Superou desafios nos primeiros meses e anos, mas alavancou seu negocio e está sendo um ótimo pai.
Aprendi muito acompanhando a história desses dois personagens, as superações deles, foi uma base para as minhas próprias superações.

E quanto mais o enredo se desenrolava, mais íamos entendendo cada um deles, mas o mais surpreendente mesmo foi descobrir quem era a Jo.

Já havia lido uma história antes onde o que acontece com Katie em relação à amiga, aconteceu com outro personagem é algo bem complicado de explicar ou até mesmo de entender de primeiro.

Mas o que o autor quis fazer tanto o Nicholas quanto o outro autor do livro é darem um empurrãozinho místico para que as coisas acontecessem.

Nesse caso do livro Um Porto Seguro, Jo tentou e conseguiu unir duas pessoas que ela amava e sabia que tanto Katie quanto Alex precisavam um do outro mesmo sem saber.

É um livro lindo de acompanhar. Ele sai do clichê romântico do autor e entra num suspense de pirar a cabeça, tentar encaixar cada personagem nas situações, compreender os acontecimentos enquanto eles acontecem e principalmente tentar raciocinar tudo depois que chegamos ao final e descobrimos quem a Jo é de verdade.

Por mais livros assim Nicholas! Nunca te pedi nada! (risos) Estou amando essa nova fase do autor, onde ele expõe os problemas sociais de hoje em dia, sempre mantendo seu romance, mas com essa pitada de suspense que estão fazendo toda a diferença na leitura!

Espero que tenham gostado da resenha e em breve virão muitas mais, ah antes que eu me esqueça, as resenhas serão postadas entre duas ou três vezes na semana, intercalando com os outros post.

Fiquem de olho e um ótimo 2017 para todo mundo!
Bjss, Nay =D