Cidade da Meia Noite.

Título: Cidade da Meia Noite
Série: Terra Conquistada
Volume: 1
Páginas: 448
Autor: J. Barton Mitchell
Ano: 2014
Editora: Jangada (cortesia da mesma)
Compre: Submarino - Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob
Sinopse: A Terra é conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desaparece de vista, sucumbida pela Estática - um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, que reduz as pessoas a um estado de total servidão. Mas existe um grupo imune aos seus efeitos: as crianças e os adolescentes. Enquanto isso, Holt Hawkins, um caçador de recompensas, tem como alvo Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros com a cabeça a prêmio. Não demora muito para Holt capturar sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo com que ele contasse. A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revela uma surpresa - a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exército alienígena está à procura de Zoey. O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?

Oie, pessoal!

Hoje trago a resenha do livro Cidade da Meia Noite, do autor J. Barton Mitchell, da editora Jangada, cortesia da mesma!

Bom, o livro conta a história de um Planeta Terra, povoado por aliens ou como os personagens dos livros os chamam Os Confederados.

O livro segue os passos de Holt, um humano Imune a Estática, e Mira uma humana que está sob efeito da Estática, mas ainda não Sucumbi-o à ela.

Holt é um caçador de recompensa e está atrás de Mira que é uma Bucaneira – são pessoas que vão e voltam da Cidade da Meia Noite, com coisas magicas.

Bom um pouco complicado de se entender logo de cara certo? Bom eu também demorei um pouco para entender, todavia enquanto vamos lendo os personagens tanto o Holt como a Mira vão nos explicando, quem são os confederados, o que é a Estática e o que ela faz, o que são os Bucaneiros, os Imunes etc.

Enfim acho que essa foi a minha introdução, partindo para a resenha agora...

... Quando eu vi essa capa linda eu pensei comigo, “não quero nem saber do que se trata só o quero para mim!” E novamente me dei bem lendo um livro que eu solicitei pela capa!

Não sou lá muito fã de Ets, mas digo que esse livro seria digno de uma boa adaptação cinematográfica!

É um livro rico em detalhes, como por exemplo, quando Holt descreve as naves dos confederados, ou eles mesmos cada nome, cada cor. 

Mas o mais legal de se imaginar mesmo são os postos de trocas existente nos livros ou os barcos terrestres, que são construídos com um pouco de tudo que tenha sobrado das cidades antes do ataque dos confederados.

E para melhorar ainda os detalhes ele é acompanhado de pertinho por uma narrativa maravilhosa, o autor consegue fazer com que tenhamos um pré-ataque cardíaco a cada capítulo novo e se facilitar a cada virada de página mesmo! De tão bem que o autor descrever as cenas!

Ah e não posso esquecer-me de citar a Zoey alguém ai descobriu de primeiro o que ela é?

Por que eu ainda estou boiando (risos), ela tem tantos poderes, faz tantas coisas que já não sei mais o que ela é ou o que ela pode fazer!

E o mais interessante de se pensar para pelo menos tentar encontra uma explicação para o que ela é, é tentar achar uma lógica para ela ter sido encontrada dentro de uma das naves dos confederados que ainda por cima era muito diferente das tradicionais!

Nossa não tenho mais palavras para descrever o quanto eu amei esse livro! É tão bom que ele vence o meu livro preferido sobre Ets que é a Hospedeira, então imaginam o quanto eu estou ansiosa e quero a continuação? (risos)

Enfim, espero que gostem desse livro tanto quanto eu!

Até uma próxima,

Bjs, Nay =D